Técnicas de Gestão de Conhecimento: Evento interno

A criação de eventos internos para o compartilhamento de conhecimento é uma forma interessante de integrar a equipe além do ganho natural de novos aprendizados.

Esta ação é um encontro periódico de colaboradores (dependendo podem ser convidadas pessoas de fora da empresa) a fim de integrar o time e compartilhar conhecimento julgados relevantes. Nesse evento, os setores ou a empresa como um todo trará cases de sucesso, boas práticas ou especialistas para compartilharem conhecimento com o resto da equipe. Para que a prática obtenha os resultados esperados é necessário que se cumpram alguns requisitos:

Requisitos para um evento interno de sucesso:

Objetivo

Ter um foco claro para a criação de uma iniciativa de eventos internos é o principal pilar do projeto. Compreender exatamente qual o objetivo em construí-los, qual o público-alvo e as bases para poder medir o sucesso de cada ação é essencial.

Se esta etapa for desenvolvida com êxito, é possível atingir as metas traçadas e fica mais fácil comprovar o ROI da ação. Após, com as pesquisas e feedbacks dados, o programa será lapidado em busca de um ajuste fino do processo e melhores resultados.

Identidade

Para que a iniciativa tenha um reconhecimento por parte da equipe, criar uma identidade própria é essencial. O evento deve criar uma marca, além de um nome especial e ligado ao objetivo da prática que irá se iniciar.

Dessa forma, será mais fácil de compreender a sua função e também divulgar internamente a fim de conquistar um maior número de adeptos.

Periodicidade

A definição de uma periodicidade e segui-la com disciplina fará muita diferença na perpetuação da nova prática. Para isso, é importante que se tenha uma noção de qual a real disponibilidade da empresa e das equipes em participar do evento, não fazendo nem tão acima da capacidade das pessoas, nem tão abaixo.

Recomenda-se começar com uma intensidade menor de eventos a fim de validar o modelo, apenas observando o êxito e o engajamento dos profissionais. Com o retorno positivo e cumprindo os objetivos traçados, pode-se aumentar a sua frequência.

Mensuração

Por fim, cabe ao gestor do projeto criar uma forma de medir o resultado de cada ação bem como de toda a iniciativa para poder justificar o investimento à direção e também gerar o engajamento das equipes em participar dos eventos. Identificar os pontos a serem avaliados e colocá-los em uma pesquisa para os participantes tende a ajudar nessa mensuração dos resultados tanto dos eventos como do programa em si.

Investir o tempo da equipe em eventos internos para o compartilhamento de conhecimento bem organizados e que foquem nos requisitos de sucesso expostos, tende a colaborar muito na criação de uma cultura de Gestão do Conhecimento. Para que a iniciativa tenha vida longa, é fundamental ter disciplina e estar adepto a mudanças de acordo com a aceitação e feedbacks dados pelo resto da equipe.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *