Como compartilhar insights de cursos e eventos

Uma das grandes dificuldades ao participar de cursos e eventos é compartilhar insights dos aprendizados ali dados e fazer esse evento dar o máximo de retorno para a empresa. Existe um gargalo quando se vai colocar em prática o que se aprende e cada vez mais fica desafiador conseguir um orçamento específico para esse tipo de ação.

Perdas em não compartilhar conhecimento

Desnivelamento do conhecimento

Um problema grande sobre esse assunto é o fato de que apenas a pessoa que foi no evento aprende. No entanto, uma vez que o investimento foi feito por parte da empresa, é prejudicial que os aprendizados fiquem concentrados em apenas um indivíduo.

A empresa sairá claramente perdendo se a pessoa que frequentou o evento não passar os conhecimentos tidos para o resto da equipe. Com o desnivelamento dos aprendizados, os outros não terão uma melhora pessoal e profissional com o evento e existirá uma diferença cada vez maior na formação de cada colaborador e por consequência na sua performance.

Dificuldade em justificar o ROI

Ir a um evento requer um investimento alto. Passagens aéreas, hospedagem e alimentação para buscar conhecimento é algo que deve ser estudado com minúcia pela diretoria.

Se tratando de algo mais intangível como o conhecimento, é um desafio grande para o interessado comprovar o ROI de sua participação. Para isso, uma preocupação atinente ao colaborador deve ser transformar, de forma clara, esse investimento em um retorno palpável, agregando valor ao produto/serviço da empresa e conseguindo passar os seus aprendizados para os clientes internos e externos.

Perda de conhecimento

Outra questão é o curto prazo que as informações absorvidas em um evento (se mal conduzidas) têm. Caso o colaborador não tenha um processo eficiente para o registro dos conhecimentos dados, a chance de que muita coisa se perca é grande.

Outro problema é o investimento que muitas vezes se faz em uma pessoa e ela simplesmente sai do negócio sem deixar um legado para os que ficaram e não tiveram a chance de frequentar os mesmos ambientes. Neste caso, o conhecimento pode desaparecer sem nunca ter dado o retorno que dele se espera.

Dificuldade em aplicar o conhecimento

Ter um filtro adequado do que é relevante e aplicável para o que são conhecimentos descartáveis é outro desafio depois de qualquer imersão. É muito difícil de aplicar o conhecimento absorvido em sua máxima eficiência e que tudo dê o resultado que se espera.

Com o grande fluxo de informações, muita coisa acaba se perdendo ou sendo difícil de colocar em prática. No entanto, muitos desses problemas podem ser resolvidos se o compartilhamento de conhecimento ocorrer da forma correta.

Para isso, montamos um pequeno passo-a-passo para que se tenha o máximo de aproveitamento dos cursos e eventos que você e sua equipe participam.

No evento

Caderno de insights

No evento é interessante ter à mão um caderno físico. A maioria dos locais fornece este material acompanhado de canetas e post-its logo na entrada.

Pequenas anotações de aplicação do que for aprendido, conceitos rápidos e úteis ficam mais simples quando temos essa ferramenta. Sempre depois se pode passar a limpo o que fizer mais sentido, no entanto embora o digital seja uma realidade cada vez mais presente, o prático caderno de insights nunca perderá o seu valor para aproveitar melhor os eventos.

Anotar referências

Para ajudar nas anotações, é importante que se registre as referências do que foi citado. Assim, a busca por conteúdos relacionados e aprofundamentos nos temas será facilitada.

Geralmente em eventos se tem um panorama geral sobre algum assunto ou linha de pensamento. Porém, nada substitui uma leitura complementar para ter a real compreensão do que foi passado além dos conteúdos acessórios encontradas nessa busca.

Base de conhecimento pessoal

O próximo passo é trazer os aprendizados para uma base pessoal de conhecimento. Possuir algo como um bloco de notas ou repositório de arquivos ajuda a desenvolver esse destino para os conhecimentos aprendidos.

Estudar palestras

É fundamental identificar, na prática, o que cada uma das palestras realmente têm a acrescentar ao dia-a-dia do ouvinte. Deve-se analisar quais os pontos relativos à vida pessoal, profissional e para o entorno que cada apresentação possui.

Por isso, esse é o momento de estudar a fundo tudo o que lá foi falado juntamente com os materiais complementares. Cabe lembrar que não existirá tempo suficiente para expor tudo o que foi falado no evento para o resto da equipe.

Transmitir para a base

Após as avaliações e filtros necessários, é o momento de passar os aprendizados para uma base de conhecimento pessoal. Escolher um repositório confiável e simples é importante para que esse material não se perca e o tempo para alimentá-lo não seja desnecessariamente elevado.

Interagindo com a equipe

Disseminar o conhecimento aprendido com o resto da equipe é tarefa obrigatória a fim de maximizar o resultado do evento para a empresa. Entregar valor em todos os momentos de interação deve ser o foco a partir de agora.

Apresentação para os colegas

A apresentação deve ser bem estruturada e principalmente estudada. Fazer um bom roteiro e segmentação de acordo com o público que irá consumir o material será importante para que as pessoas realmente absorvam o conteúdo.

Para isso, é recomendado construir diferentes apresentações, com diferentes objetivos e extremamente didáticas. Ferramentas como o canva.com podem ajudar para quem não possui um designer na equipe ou uma agência parceira.

Evento interno

O ideal para essa apresentação é que ela seja feita em um pequeno evento interno. Seria uma espécie de rito necessário para qualquer pós-evento.

Nesse rito será definido um nome especial, o público interno que participará e a sua duração. Cada divisão da empresa deverá ter seu processo de acordo com as suas preferências.

Compartilhar na base da equipe

Após os eventos, é o momento de compartilhar o conhecimento e as apresentações na base da equipe. É importante que o conteúdo fique à disposição de todos para auxiliar na formação dos profissionais e também servir de auxílio para a execução de tarefas pontuais respondendo a dúvidas que porventura existam.

Externar informações

Uma vez que o conhecimento está já disseminado internamente, é interessante se investir na externalização desse material. Para isso, algumas opções podem agregar valor ao ROI de um evento:

Blog pessoal

Ter um blog pessoal auxilia na construção de autoridade sobre determinado assunto. Um espaço assim faz com que o compartilhamento de conhecimento se torne mais simples e ao mesmo tempo ajude o autor a galgar o seu espaço nas referências sobre o tema.

Compartilhe as apresentações e insights no seu blog pessoal. Se este processo for feito com disciplina, sem dúvidas ele irá se pagar em contratos, parcerias e oportunidades no médio e longo prazo.

Youtube

Vídeos construídos a partir dos aprendizados reforçam a autoridade sobre o assunto. Criar um canal no Youtube que tenha vídeos com frequência com os insights aprendidos em cada evento farão o autor se destacar ainda mais no seu meio.

Nesse ponto cabe desenvolver um material mais interessante, com edição mais profissional e que apresente uma boa didática para quem o consome. Vídeos vêm crescendo muito e estar fora desse nicho de materiais não é uma boa ideia.

Redes sociais próprias

Coloque também o material absorvido e criado a partir do evento nas suas redes sociais próprias e também corporativas. É cada vez mais importante fornecer valor em cada interação com o seu cliente e ter conteúdo novo e bem feito parece ser uma boa oportunidade para isso.

Alimentar as redes sociais fará o autor e a empresa se posicionarem melhor ainda como autoridade no tema, além de educarem o mercado, a fim de gerar novos negócios.

Resultados esperados

Ir a eventos é uma das melhores coisas que você pode fazer. Agora, maximizar o aproveitamento de cada imersão é para poucos e exige muita disciplina e força de vontade. Focar nas atividades que foram colocadas acima, irão gerar alguns resultados interessantes como:

Networking

Gerar negócios deve ser o foco principal de qualquer ação de uma empresa ou de seus colaboradores. Um evento é um ótimo lugar para networking, geração de novas oportunidades, além de conhecer novas pessoas e construir um caminho próprio de sucesso.

É um momento interessante, ainda, para conversar com atuais clientes, fortalecer a relação e obter insights de melhoria no produto ou serviço.

Novos aprendizados

O mercado se move muito rápido e estar por dentro do que está acontecendo da porta para fora da empresa é fundamental para ela se manter ativa. Em um evento, novas ideias e conceitos estão sendo apresentados e é uma excelente oportunidade de se desenvolver profissionalmente e pessoalmente.

Autoridade

Fortalecer a autoridade no mercado é também uma consequência da participação em um evento. Ao adquirir os aprendizados e conseguir aplicá-los no seu dia-a-dia e também compartilhá-los com a equipe da maneira correta, o autor desenvolverá uma autoridade cada vez maior e naturalmente conquistará mais audiência e clientes.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *